Serkan Çayoğlu é o implacável Mehmed em “Mehmed: O Conquistador”

Serkan Çayoğlu Mehmed O Conquistador serie turca

Serkan Çayoğlu é o implacável Mehmed em “Mehmed: O Conquistador”

Serkan Çayoğlu, um nome que tem se destacado cada vez mais no mundo da atuação, está a conquistar corações com o seu papel como Sultão Mehmed na série “Mehmed: O Conquistador“.

A trajetória de vida e carreira deste talentoso ator desperta grande curiosidade entre os seus fãs. Mas quem é Serkan Çayoğlu e como ele chegou a interpretar um dos personagens mais emblemáticos da história?

Nascido em 31 de maio de 1987, Serkan Çayoğlu completou a sua formação no Departamento de Economia da Universidade de Erlangen, na Alemanha. Inicialmente, ele tinha a intenção de seguir carreira como modelo, mas sua paixão pela atuação o levou a procurar treino profissional com renomados nomes como Ümit Çırak e Dolunay Soysert.

A estreia de Çayoğlu na televisão foi em 2012, quando interpretou Rafael, um amigo de Merve Boluğur, no final da temporada de “Kuzey Güney”. Posteriormente, ele estrelou em “Zeytin Tepesi” e no videoclipe de Hande Yener, “Ya Ya Ya”. Seu grande destaque veio em 2014, com o papel de “Ayaz Dinçer” na série “Kiraz Mevsimi”, ao lado de Özge Gürel. A série foi um sucesso e durou até 2015.

Em 2016, Serkan Çayoğlu e a sua namorada Özge Gürel, que protagoniza em O Homem Errado.

Na sua mais recente conquista, Serkan Çayoğlu recebeu o prémio de “Ator Estrela Mais Popular do Ano” no Festiculture, realizado em Paris. Durante o evento, ele se reuniu com fãs europeus e respondeu às suas perguntas, incluindo como é interpretar o Sultão Mehmed.

Conhece o seu Instagram.

Serkan Çayoğlu Mehmed O Conquistador

Serkan Çayoğlu continua a encantar o público com a sua atuação e carisma, solidificando-se como um dos atores mais queridos e respeitados da televisão turca. O seu papel em “Mehmed: O Conquistador” não só destaca o seu talento, mas também o seu compromisso em trazer autenticidade e profundidade aos personagens históricos que interpreta.

1 comentário